corregedoria.tjrn.jus.br
corregedoria.tjrn.jus.br
corregedoria.tjrn.jus.br

materia

Por proposição do presidente da sessão do Pleno do Tribunal de Justiça, desta quarta-feira (02), desembargador Virgílio Macêdo Jr., vice-presidente do TJ potiguar, foi aprovado voto de congratulações à juíza Keity Ferreira e Saboya, indicada pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Emmanoel Pereira, para atuar como juíza auxiliar daquele órgão do CNJ.

Virgílio ressaltou a qualidade profissional da magistrada, sua competência e capacidade de realização. Ele foi acompanhando pelos demais desembargadores em seu voto. O desembargador Amaury Moura frisou os relevantes serviços prestados pela juíza. “Vai representar muito bem o Poder Judiciário do Rio Grande do Norte”, pontuou.

A desembargadora Judite Nunes disse estar ciente da capacidade da profissional da Justiça potiguar o que deixa toda magistratura e Judiciário com muita honra.

Os desembargadores Cláudio Santos e Saraiva Sobrinho também se pronunciaram sobre a escolha do corregedor nacional de Justiça. O primeiro salientou que a nomeação de Keity Saboya enaltece toda a magistratura potiguar. O colega lembrou que a juíza demonstra aptidão para esta nova missão.

“Estamos felizes porque temos a nossa magistratura lá (no CNJ)”, destacou a desembargadora Zeneide Bezerra. Para o desembargador Amílcar Maia, a presença da juíza Keity Saboya em área tão importante de atuação no Conselho é motivo de alegria para a Corte de Justiça do RN. Os colegas Ibanez Monteiro, Gilson Barbosa, Cornélio Alves, Vivaldo Pinheiro externaram satisfação com a nova juíza auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça. “Me sinto representado pela magistrada Keity Saboya”, resumiu o desembargador Glauber Rêgo.

Outros votos

O Pleno aprovou voto de pesar pelo falecimento do auditor aposentado do Tribunal de Contas do Estado e artista plástico, Aécio Emerenciano, ocorrido na segunda-feira (30). Aécio nascido em Ceará-Mirim dedicou mais de meio século à produção artística, que conciliou com as atividades profissionais no ramo direito, no qual atuou como promotor e procurador de Justiça. A proposição foi do desembargador Cláudio Santos.

A Educação também entrou na pauta. A desembargadora Zeneide Bezerra apresentou voto de congratulações à professora Patrícia Barreto, do Instituto Federal de Nova Cruz, que recebeu o prêmio Educador Nota Dez, entre quase 5 mil trabalhos inscritos, recentemente em São Paulo. Para a magistrada é sempre importante valorizar esta área e seus profissionais, que fazem a diferença na sociedade. Ela venceu a categoria “Voto Popular” do mais prestigiado prêmio deste segmento no país. “Argument(Ação): o empoderamento do protagonismo juvenil” foi o tema desenvolvido pela professora.

A Corte aprovou voto de congratulações, do desembargador Dilermando Mota, à procuradora federal Cibele Benevides, nomeada em 30 de setembro para o cargo de chefe da Procuradoria da República no Rio Grande do Norte, para o período 2019-2021. O colegiado também aprovou voto no mesmo sentido, do desembargador Glauber Rêgo (presidente do Tribunal Regional Eleitoral – TRE/RN), à procuradora Caroline Maciel, que assumiu a Procuradoria Regional Eleitoral no RN, na terça-feira, 1º de outubro.

Dilermando Mota também apresentou voto de congratulações ao juiz federal Ivan Lira de Carvalho, eleito na terça (1º) para a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras (ANL). O novo imortal da academia vai ficar à frente da cadeira 34, anteriormente ocupada pelo escritor e pesquisador Lenine Pinto. Membro do Instituto Histórico e Geográfico e da Academia de Letras Jurídicas do Rio Grande do Norte, Ivan Lira é natural de Cuité, na Paraíba.

Fonte: SECOMS/TJRN

Scroll to top