corregedoria.tjrn.jus.br
corregedoria.tjrn.jus.br
corregedoria.tjrn.jus.br

 

Regularizar imóveis por meio de escritura pública para a população de baixa renda é o objetivo do projeto “Moradia Justa”, lançado pela juíza Fátima Soares, na comarca de Campo Grande, região Oeste do Rio Grande do Norte, onde ela atua. Nessa quarta-feira (18), a magistrada lançou a iniciativa no Salão do Júri do Fórum Desembargador Zacarias Gurgel Cunha, em Campo Grande, e na na sequência compareceu às Câmaras Municipais de Triunfo Potiguar e Paraú, para divulgação do projeto para as comunidades locais.

“Queremos simplificar a legalização em áreas urbanas ocupadas de forma clandestina, de forma prioritária”, ressalta a magistrada. O foco está concentrado no atendimento a moradores de menor poder aquisitivo, consolidando o perfil social do Moradia Justa.  

Fonte: Site do TJRN

Scroll to top